quinta-feira, 23 de outubro de 2008

José Serra (PSDB) chama o Exército para bater em grevistas


Por Redação Fórum
[Quinta-Feira, 23 de Outubro de 2008 às 19:04hs]

Em greve há 37 dias, policiais civis de São Paulo decidiram manter a paralisação. Nesta quinta-feira, 23, os grevistas farão um ato em frente à Assembléia Legislativa de São Paulo. Depois da manifestação que acabou em confronto com policiais militares na quinta-feira da semana passada, comandante do Exército declarou que seus homens estão em alerta, e espera apenas uma ordem do governador José Serra para que possam intervir caso haja algum enfrentamento entre as Polícias Civil e Militar.

Na semana passada, representantes das duas corporações se enfrentaram nas proximidades do Palácio dos Bandeirantes.Naquela ocasião José Serra se escondeu dentro do Pácio dos Bandeirantes de onde deu ordens para reprimir a manifestação dos policias grevistas . O Comando do Exército afirma ter sido procurado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), que temeria um novo confronto.

A reunião dos policiais civis será na Assembléia, perto da sede do Comando Militar do Sudeste. Se for necessário empregar o Exército, a primeira tropa a mobilizar para a ação será a do Batalhão da PE (Polícia do Exército), que tem cerca de 800 homens. Mas pode haver reforço de outras unidades, como a própria Brigada de Infantaria Motorizada de Campinas, localizada a 100 km de São Paulo. Mas, para que o Exército seja empregado, é preciso que haja um pedido expresso do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), atestando a incapacidade do Estado de garantir a lei e a ordem.


Um comentário:

Fórum outro mundo em debate disse...

Seguindo a lógica..O Aécio chama a mídia.
abs!